O GATO CHEIROSO

13/12/2018

Era uma vez um gato
Que parecia adoidado
Seu grande costume
Era jorrar-se de perfume

Jamais ele caminhava
Sem estar bem perfumado,
Para isso, bem se jogava
Perfume por todo lado.


Amanheceu um belo dia
E eu estava caminhando,
Encontrei o gato na alegria
E o seu perfume exalando.


E então fui lhe perguntar
Porque andava tão cheiroso,
E me respondeu meio vergonhoso
Que uma gata queria conquistar.